Cresce a fila de espera de pacientes no Hospital do Coração do Cariri

Em Janeiro (2018), o Ministério Público Federal (MPF) no Ceará entrou com uma ação civil pública para que a União e o Município de Barbalha tomem providências para solucionar o aumento expressivo de pacientes da macrorregião de saúde, que estão na fila de espera para realizar procedimentos cirúrgicos.

Porém, até agora nenhuma decisão foi tomada. E enquanto isso, o número de pessoas em fila de espera no Hospital do Coração do Cariri para a realização de cirurgias de alta complexidade só aumenta. Em uma semana o número de 240 pacientes subiu para 262, sendo 175 pessoas que aguardam para cirurgias e implantes de marca-passo e 89 para angioplastia.

De acordo com o diretor de projetos, Egberto Santos, essa é uma situação preocupante devido à demanda diária de casos urgentes que chegam ao hospital, pois o atendimento dessas ocorrências já consome o teto financeiro. E por isso, a lista de pacientes em espera cresce. “Acontece de quando o médico liga para o paciente para atualizar a lista de espera, ele tem morrido. É angustiante”, ele desabafa.

Embora ano passado tenha ocorrido um aumento no repasse financeiro pelo Ministério da Saúde de 50 mil reais ao mês, que possibilitou incluir até 3 procedimentos cirúrgicos a mais do que era realizado, segundo Egberto essa quantia é insuficiente e na realidade, seria necessário um adicional de 500 mil reais por mês para atender todos os pacientes.

Mas enquanto o impasse financeiro entre o Município de Barbalha e o Ministério da Saúde não for resolvido, o aumento do teto financeiro para ações de média e alta complexidade não é possível.

A assessoria do MPF informou ao Badalo, que a ação ainda está em trâmite e não soube dizer sobre a previsão para o julgamento.

FONTE: Portal Badalo.com.br

Use o Facebook para comentar este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *