Nordeste comemora 105 anos do rei do baião com um misto de alegria e saudade

Hoje é o “Dia do FORRÓ”. Os 105 de anos de Luiz Gonzaga, que se completariam nesta quarta feira, dia 13 de dezembro, serão comemorados em várias cidades do Nordeste. Conheça aqui um pouco da história do nosso Rei do Baião.

Luiz Gonzaga do Nascimento ( Exu, 13 de dezembro de 1912 –
Recife, 2 de agosto de 1989) foi um compositor e cantor brasileiro .
[2] Conhecido como o Rei do Baião, ele foi uma das mais completas, importantes e inventivas figuras da música popular brasileira .

Cantando acompanhado de sua sanfona , zabumbae triângulo , levou as festas juninas e os forrós pé-de-serra , bem como o relato sobre a pobreza, as tristezas e as injustiças de sua árida terra, o sertãonordestino, ao resto do país, numa época em que a maioria desconhecia o baião, o xote e o xaxado.

Admirado por músicos como Dorival Caymmi , Gilberto Gil , Raul Seixas , Caetano Veloso , o genial instrumentista e sofisticado criador de melodias e harmonias ganhou notoriedade com as antológicas canções “Baião” (1946), “Asa Branca ” (1947), “Siridó” (1948), “Juazeiro” (1948), “Qui Nem Jiló” (1949) e “Baião de Dois” (1950).

Nasceu na sexta-feira, dia 13 de dezembro de 1912, numa casa de barro batido na Fazenda Caiçara povoado do Araripe, a 12 km da área urbana do município de Exu , extremo noroeste do estado de Pernambuco, cidade localizada a 610 km da capital pernambucana, Recife , a 69 km do Crato e a 80 km de Juazeiro do Norte (as duas últimas já situadas no Ceará, estado com o qual Exu faz divisa). Foi o segundo filho de Ana Batista de Jesus Gonzaga do Nascimento, conhecida na região por ‘Mãe Santana’, e oitavo de Januário José dos Santos do Nascimento. O padre José Fernandes de Medeiros o batizou na matriz de Exu em 5 de janeiro de 1920. [5][6]

Deveria ter o mesmo nome do pai, mas na madrugada em que nasceu, seu pai foi para o terreiro da casa, viu uma estrela cadente muito luminosa e mudou de ideia. Era também o dia de Santa Luzia e também mês do Natal , o que explica seu nome, “Luiz”,que foi dado em homenagem a Santa Luzia, a estrela cadente e ao natal. Este nome tem tudo a ver com a época que nascera, e quer dizer “brilho, luz”. (Fonte: Wikipédia.)

DIA DO FORRÓ.

Hoje, 13 de dezembro , comemoram-se em todo país o Dia Nacional do Forró . A data é uma homenagem ao dia do nascimento do maior sanfoneiro que o Brasil conheceu – Luiz Gonzaga.

Foi instituído pela Lei nº 11.176, sancionada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em 6 de setembro de 2005, e que teve origem no Projeto de Lei nº 4265/2001, de autoria da deputada federal Luiza Erundina.

FONTE: Cariri é Isso.

Use o Facebook para comentar este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *