Picolezeiro é preso em Barro após ser assaltado ao ir a polícia para fazer o reconhececimento do acusado

Nesta última segunda-feira (06), o picolezeiro Raimundo Augusto de Araújo, 45 anos,residente no centro de Crato foi preso por volta das 16h30min no Barro após ter sido vítima de assalto a mão armada. Cerca de meia-hora antes ele teve tomando de assalto um carrinho de picolé pelo baiano de Feira de Santana, Rafael Ferreira da Silva, 21 anos, residente no Cangote do Urubu naquela cidade que também acabou preso minutos após cometer o roubo.

O fato ocorreu após denuncias de populares, relatando que o indivíduo de nome Rafael, de posse de um porrete teria roubado o carrinho de picolé que estava sob a responsabilidade de Raimundo Augusto, e que estaria consumindo todo o estoque de picolé. Diante da denuncia a guarnição policial militar, subtenente Xavier, sargento Rolim, soldados Rodrigues e Júnior saiu em diligência, vindo a localizar o assaltante na praça Gregório Alves Feitosa, no centro o qual ao avistar a viatura empreendeu fuga, sendo perseguido, preso e conduzido ao destacamento PM afim de ser colhido mais dados a cerca do ocorrido.

Minutos depois o picolezeiro compareceu a unidade policial para fazer o reconhecimento da acusado, no entanto os militares desconfiaram do mesmo pelo fato de está bastante nervoso, e ao ser consultado o nome de Raimundo Augusto junto ao sistema de informações policiais, ficou constatado que contra ele existia um Mandado de Prisão, oriundo da comarca de Russas, devido o mesmo ter cometido um homicídio na cidade de Russas no ano de 2003. Foi dada voz de prisão aos dois indivíduos que posteriormente foram conduzidos a 21ª Delegacia regional de Polícia Civil de Brejo Santo, onde o Rafael foi autuado no artigo 157 do Código penal brasileiro – assalto a mão armada, e Raimundo Augusto recolhido devido ao mandado de prisão.. Ambos encontram se recolhido na Cadeia Pública de Barro CE a disposição da justiça.

FONTE: Caririceara.com.

Use o Facebook para comentar este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *