​Estado se curvou às facções, diz Concelho. Sejus nega

Estado se Hoje é o terceiro dia de uma aparente calmaria nas vias públicas do Estado do Ceará, sem coletivos e prédios públicos depredados.

Essa aparente calmaria vem levantando questionamento: o que foi feito para os criminosos suspenderem os ataques? Representantes de entidades ligadas ao Sistema Penitenciário dizem que o Estado cedeu às exigências das facções, mas a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) nega as acusações.

Use o Facebook para comentar este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *